Microsoft torna o Powershell OpenSource e disponibiliza versão para Linux

A Microsoft torna PowerShell OpenSource e disponibiliza versões para Linux

A Microsoft está trabalhando para fornecer ferramentas de gestão que capacitam os clientes a gerenciar qualquer plataforma, de qualquer lugar, em qualquer dispositivo, usando Linux ou Windows.

microsoftlinux_625

Agora, os usuários do Windows e Linux, atuais e novos usuários do PowerShell, e até mesmo desenvolvedores de aplicativos podem experimentar uma rica linguagem de script interativa que funciona com suas ferramentas existentes. Com o PowerShell OpenSource no Linux será possível aproveitar as habilidades e conhecimentos na linguagem de script da Microsoft em novas plataformas.

A versão para Linux é compatível inicialmente com o Ubuntu, CentOS e Red Hat e a versão para Mac OS é compatível com o OS X 10.11.

De acordo com a Microsoft o núcleo e os cmdlets serão os mesmos no PowerShell para Windows, Linux e Mac. Alguns cmdlets que usam recursos do Windows não estarão disponíveis nas outras plataformas e scripts escritos para Windows terão que ser modificados para que funcionem no Linux e Mac.

A Microsoft confirmou que ainda está trabalhando para finalizar os recursos com foco em acesso remoto na versão para Linux. Quando este trabalho for concluído, os administradores poderão usar o PowerShell no Windows para gerenciar remotamente múltiplos servidores com Linux.

Também será possível gerenciá-los no AWS (Amazon Web Services), graças à uma parceria entre a Microsoft e a Amazon. Os novos cmdlets do AWS possibilitarão o gerenciamento de serviços na nuvem.

A VMware também firmou uma parceria com a Microsoft para lançar novos cmdlets que funcionarão nas outras plataformas e não apenas no Windows.

Se você está conhecendo o PowerShell agora, uma ótima maneira de começar a aprender é com o repositório de Aprendizagem PowerShell no GitHub. A Microsoft também oferece um curso gratuito no Microsoft Virtual Academy: Introdução ao PowerShell 3.0 Jump Start. Você também vai querer participar da Comunidade PowerShell em powershell.org/ e siguir o blog do PowerShell Team.

Confira o vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *