Windows Azure Backup – Novos Recursos

Evoluções e melhorias dos serviços de Windows Azure Backup

Para que procura proteção, eficiência, mais espaço de armazenamento e maior histórico de backup com um baixo custo, o Windows Azure backup pode ser a solução ideal.

Windows Azure Backup

A Microsoft anunciou suporte a volumes até 54TB e mais de 13 milhões arquivos para o serviço do Windows Azure Bakcup, o que significa poder armazenar em um único backup todos os dados de forma simples e prática de gerenciar.

Também foi lançado o Microsoft Azure Backup Server que está disponível como um download gratuito no Azure backup, que permite backups em nuvem e em disco para cargas de trabalho essenciais da Microsoft, como SQL, SharePoint e Exchange, independentemente se essas cargas de trabalho estão em execução no Hyper-V, VMware ou servidores físicos. Além da capacidade de armazenamento, o Windows Azure Backup tem opções de armazenamento geograficamente redundantes para uma maior segurança dos dados.

Backups Mais Rápidos

O Windows Azure Bakcup agora utiliza a tecnologia de USN jornal (Update Sequence Number Journal) no Windows para rastrear arquivos que foram alterados entre backups consecutivos. O USN mantém o controle de alterações em arquivos e diretórios, que ajuda a identificar arquivos alterados rapidamente, permitindo backups mais rápidos. Foi constatado uma redução de até 50% do tempo de backup em volumes, com dois milhões de arquivos utilizando essa otimização. Claro que os tempos de backup do servidor de arquivos podem variar dependendo do número de arquivos, tamanho de cada estrutura de arquivos e diretórios.

Redução do Tamanho do Cache

Anteriormente o espaço de cache exigido pelo Windows Azure Backup era de 15% do tamanho do volume que está sendo protegido. Embora este cache tenha sido adequado para volumes menores, era complicado trabalhar volumes superiores a 10 TB. Este espaço de cache consiste principalmente de um VHD de metadados que é usado para catalogar os arquivos que estão sendo copiados. Foi introduzido um novo algoritmo para calcular estes metadados que utiliza muito menos espaço em disco. Em testes com grandes volumes, agora é necessário menos de 5% de espaço de cache, que é uma melhoria de significativa. A Microsoft está trabalhando para que a exigência de espaço de cache seja inferior a 5% do tamanho dos dados a serem incluídos no backup.

Aumento da Retenção

O Windows Azure Backup tem aumentado o número de pontos de recuperação para backups na nuvem. Isso permite que políticas de retenção flexíveis para atender aos requisitos de conformidade como HIPAA para grandes empresas. Para aqueles que estão curiosos sobre o que o novo número máximo de pontos de recuperação é, ele foi aumentado de 366 para 9999.

E Mais

O serviço aumentou os tempos de espera em várias fases do processo de backup para garantir trabalhos de longa execução completos de forma confiável. Catalogar os dados de backup foi dissociado do processo convencional de transferência de dados para lidar com backups na nuvem de forma mais eficiente. O Windows Azure Backup utiliza o serviço de escrita do DPM para determinar mudanças incrementais para backups na nuvem. Algumas falhas intermitentes neste serviço foram corrigidas para melhorar a confiabilidade em backups na nuvem.

Projetos

 

Nossa equipe de especialistas está pronta para ajudar você a desenvolver um plano e política de backup com o melhor custo/benefício. Entre em contato através do e-mail: comercial@4core.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *